01/09/2016 às 11:45

Telhas Pet

 Novos recursos são incorporados ao mercado da construção civil como: painéis solares, reaproveitamento de água da chuva, maiores áreas verdes, eletrodomésticos classe A, iluminação com LEED entre outros... Hoje através desta reportagem abordamos o uso da Telha ecológica feita da reciclagem do PET (Polietileno Tereftalato). Atualmente o PET está presente nos mais diversos produtos. O PET Poli (Tereftalato de Etileno) é um poliéster, polímero termoplástico. Simplificando, PET é o melhor e mais resistente plástico para fabricação de garrafas e embalagens para refrigerantes, águas, sucos, óleos comestíveis, medicamentos, cosméticos, produtos de higiene e limpeza, destilados, isotônicos, cervejas, entre vários outros como embalagens termo formadas, chapas e cabos para escova de dente. O PET proporciona alta resistência mecânica (impacto) e química, além de ter excelente barreira para gases e odores. Além de favorecer o meio ambiente, a reciclagem de garrafas PET gera empregos nas cooperativas de catadores de lixo reciclável e, também, nas empresas que trabalham diretamente com o processo de reciclagem e produção de matéria-prima a partir de embalagens PET que ao invés de ficar poluindo o meio ambiente, o material pode voltar à cadeia produtiva. Dentre outras vantagens essas são as principais: Redução do volume de lixo nos aterros sanitários e melhoria nos processos de decomposição de matérias orgânicas nos mesmos. O PET é o segundo material que melhor remunera o catador, depois do alumínio, devem ser difundidos entre catadores e cooperativas de coleta seletiva, de maneira a ser desenvolvida uma coleta para todos os tipos de materiais e não privilegiar apenas alguns, fazendo com que eles voltem à cadeia de valor.

Telha PET

A telha de PET feita a partir do material reciclável é muito prática e proporciona luminosidade ao ambiente, agindo contra propagação de insetos e animais noturnos que buscam abrigo no forro do telhado. Similar às telhas convencionais, a Telha PET apresenta baixo custo, eficiência, excelente propriedade de fluxo luminoso, brilho e transparência, proporcionando excelente relação custo/benefício para aplicação junto às telhas convencionais e coberturas que necessitam transparência. A Telha PET não apresenta porosidades como as telhas cerâmicas, evitando assim o acúmulo de umidade e mofo, além disso, resistem a temperaturas mais altas (cerca de 85°C) comparadas às temperaturas máximas a que um telhado é exposto (até cerca de 50°C). Composta por cristal de alta temperatura, com excepcional estabilidade térmica, a Telha PET pode ser retirada para limpeza, que poderá ser feita com sabão neutro e esponja. As telhas de PET podem ainda ser encontradas em diferentes cores, como azul, amarela e vermelha. A marrom-cerâmica reproduz fielmente o tom das peças de barro. E a durabilidade do produto pode ser até cinco vezes maiores. Por isso é mais aconselhável à utilização de telhas com o PET por todos esses benefícios que ele disponibiliza com as mesmas características de uma telha convencional, porém mais ecológicas ajudando a preservar o meio ambiente. As telhas de PET possuem 51 cm de largura útil e 32,5 cm de comprimento útil, e comprimento total de 35,5 cm e largura total de 53 cm. O m² da telha comum, de barro, custa R$ 15,00, (exemplo) já o m² da telha de PET, custa R$ 35,00. Porém a estrutura geral para sustentação das telhas de barro custa R$ 75,00 por m² (exemplo) e a estrutura para receber as telhas de PET custam R$ 15 m². O somatório geral resulta em um valor final aproximado de R$ 90,00 por m² para as telhas de barro, contra R$ 50,00 por m² para as telhas de PET. Economia aproximada de50%, com igual qualidade e durabilidade.

Conclusão

Com a sustentabilidade pode-se fazer muitas coisas, dentre elas unirem o útil ao agradável como é no caso de reciclagem da garrafa PET. Com a reciclagem deste material podem ocorrer vários benefícios, estes benefícios podem ser financeiros, como a geração de renda dos catadores, economia de energia elétrica, consequentemente redução na conta de luz e um novo empreendimento para empresários que querem apostar numa nova modalidade de mercado. Telhas ecológicas com o PET que ainda é pouco utilizada em construção civil deixando de melhorar o meio ambiente a fim de tornar o mundo melhor para as próximas gerações. Todos nós temos consciência sobre os benefícios ao nosso planeta e para com a sociedade quando utilizamos materiais recicláveis, que muitas vezes não é incorporado ao mercado por mero pré-conceito.

Produzido por: Danielle Vieira Passos e Paulo Cesar Lemes de Oliveira - Acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Católica Dom Bosco – UCDB de Campo Grande/MS.

Trabalho tema da disciplina de Arquitetura Urbanismo e Relações Ético-Raciais ministrado pela professora: Nathalya Luciano Buges.

Artigo base de pesquisa: Reciclagem de garrafas PET para fabricação de Telhas alunos da Universidade Tiradentes, do curso de Engenharia de Petróleo.